???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12684
Tipo do documento: Tese
Título:  Viver de tudo que tem na maré : tradições, memórias de trabalho e vivências de marisqueiras em Ilhéus, BA, 1960-2008
Título(s) alternativo(s): This research is about the fights for traditions, working memories and way of living of the shellfishermen in Ilhéus, /Bahia, from the period of 1960 to 2008.
Autor: Blume, Luiz Henrique dos Santos 
Primeiro orientador: Peixoto, Maria do Rosário da Cunha
Resumo: Esta pesquisa trata das lutas por tradições, memórias de trabalho e vivências de marisqueiras em Ilhéus, Bahia, no período de 1960 a 2008. Em Ilhéus elas vêm assumindo um papel importante na manutenção e continuidade das artes da pesca em moldes artesanais. Na luta pela sobrevivência, vão constituindo redes de solidariedade e cooperaç~o entre vizinhas, familiares, para a cata, coleta e comercializaç~o do catado filé de carne de mariscos coletados nos mangues e rios de Ilhéus. Aos poucos, vão conquistando espaço nas lutas por seus direitos, como a aposentadoria especial de pescadores artesanais, o seguro-defeso e outros. Os pescadores artesanais, em particular as marisqueiras, sabem da importância da preservação da biodiversidade para a manutenção da pesca. Esta defesa das artes da pesca em moldes artesanais é praticada utilizando-se de apetrechos fabricados pelas próprias marisqueiras, com material e iscas encontrados no próprio ambiente dos mangues, rios e matas próximas aos lugares de pesca. A pesca artesanal está sendo pressionada pela degradação ambiental, pela sobrepesca realizada pelos barcos de arrasto (barcos com rede) e o aumento da quantidade de trabalhadores desempregados que também estão partindo para a mariscagem como forma de sobrevivência. Para enfrentar estas pressões, as marisqueiras em Ilhéus criaram duas associações: a Associação de Pescadores e Marisqueiras do São Miguel- ASPEMAR, e a Associação de Marisqueiras do Alto do Mambape - AMMA . Criadas entre 2004 e 2008, representam a força e a luta dessas mulheres na defesa de seus modos artesanais de trabalho
Abstract: In Ilheus they have being assuming an important role in the maintenance and continuity of the fishing arts in handcraft modes. In the fight for survival, they keep on constituting fellowship and cooperation network between the neighbours, relatives, for the catching, collecting and commercialization of the caught - shellfish filet collected at the mangroves and rivers of Ilheus. Gradually, they keep on conquering space in the fights for their rights, as the special retirement for handcraft fishermen, the defeso insurance and others. The handcraft fishermen, particularly the shellfishermen, know the importance of the biodiversity preservation for the fishing maintenance. This defense of fishing arts in the handcraft modes is practiced by the using of equipments made by the shellfishermen themselves , with the material and fishing bait found at he mangroves, rivers and forest environment itself nearby the fishing places. The handcraft fishing is being pressured by the environmental degradation, by the overfishing done by the barcos de arrasto (boats with nets) and by the increase of unemployed workers quantity that are also starting the fishing for shellfish as a way of survival. To face these pressions, the shellfishermen in Ilheus created two associations: The São Miguel Fishermen and Shellfishermen Association- ASPEMAR and The Alto do Mambape Shellfishermen Association-AMMA. Created betweem of 2004 and 2008, they represent the strength and fight of these women in defense of their handcraft ways of working
Palavras-chave: Marisqueiras
Pescadores artesanais
Memórias
Trabalho e vivências
Shelfishermen
Handcraft fishermen
Memories
Work
Way of living
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Blume, Luiz Henrique dos Santos. This research is about the fights for traditions, working memories and way of living of the shellfishermen in Ilhéus, /Bahia, from the period of 1960 to 2008.. 2011. 243 f. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12684
Data de defesa: 25-Jul-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luiz Henrique dos Santos Blume.pdf5,64 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.