???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12669
Tipo do documento: Tese
Título: Memória e resistência na construção das famílias escravas no sul de Minas Gerais (1810-1888)
Autor: Correia, Daniel Camurça 
Primeiro orientador: Peixoto, Maria do Rosário da Cunha
Resumo: Este trabalho visa analisar a construção das famílias escravas no sul de Minas Gerais, compreendidas entre as décadas de 1810 a 1880. Este período é marcado pela memória urbana das principais cidades do baixo Vale do Sapucaí, como isento da presença escrava, principalmente pela benevolência dos senhores agricultores da época. Com farta e inédita documentação eclesiástica foi possível repensar esta imagem. Utilizando Autos de casamento, batismo e óbito, bem como os registros de correspondências expedidos e enviados pela presidência da província foi localizada uma pluralidade de realidades familiares, na qual os cativos estavam presentes, vivendo e sobrevivendo na complexa teia da realidade sul-mineira, abrindo possibilidades de novos olhares sobre a memória e resistência de homens, mulheres e crianças, forras ou escravas, em tempos de escravidão
Abstract: This work aims analyze the construction of slave families in southern Minas Gerais, between the decades from 1810 to 1880. This period is marked by the "urban memory" of the major cities of the baixo Vale do Sapucaí, as exempt of the presence slave, mainly by the benevolence of the agriculturists of that epoch. With plentiful and unpublished ecclesiastical documentation was possible rethink this image. Using marriage, baptism and death certificates, as well as records of correspondence issued and sent by the presidency of the province was located a plurality of family realities, in which the captives were present, living and surviving in the complex web of the reality of south Minas, opening up possibilities for new perspectives on memory and endurance of men, women and children, free or slaves, in slavery times
Palavras-chave: Famílias escravas
Memória
Resistência
Slave families
Memory
Resistance
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Correia, Daniel Camurça. Memória e resistência na construção das famílias escravas no sul de Minas Gerais (1810-1888). 2011. 213 f. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12669
Data de defesa: 27-May-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daniel Camurca Correia.pdf824,07 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.