???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12583
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorRio, Maria Cristina Dal-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4795144E0por
dc.contributor.advisor1Medeiros, Suzana Apparecida da Rocha-
dc.date.accessioned2016-04-27T18:47:34Z-
dc.date.available2009-08-19-
dc.date.issued2001-11-30-
dc.identifier.citationRio, Maria Cristina Dal. O trabalho voluntário: uma questão contemporânea e um espaço para o aposentado. 2001. 136 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2001.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/12583-
dc.description.resumoEsta dissertação procura, dentre aposentadas, conhecer aqueles que realizam trabalho voluntário como uma formo alternativa de inserção social. A pesquisa foi realizada com o objetivo precípuoo de conhecer as razões centrais pelas quais eles se mantêm social e voluntariamente ativos, desenvolvendo um trabalho solidário e, em contrapartida, apreendendo o resultado dessa ação para o desenvolvimento pessoal e da cidadania. Os pesquisados freqüentam instituições com as quais a autora desenvolve atividade profissional ou voluntária na área de Gerontologia. Os resultadas mostram que o trabalho voluntário, já vivido pela maiaria do grupo pesquisado, constitui-se em uma das fontes de reconhecimento e valorização que os depoentes erigiram para sustentar suas vidas, nas quais o trabalho remunerado teve papel fundamental e gratificante. O tempo do pós-trabalho apenas acentuou o altruísmo e a dimensão do trabalho para o outro, sedimentado em valores de solidariedade e religiosidade, traduzido sem uma atitude pró-ativa frente às questões saciais. Reciprocamente, não deixou de existir a dimensão do trabalho para si, pois o voluntariado colabora para dar sentido à existência. Ser aposentado voluntariamente ativo não é um fato que emerge no momento da aposentadoria, mas está relacionado à construção de uma vida solidária, alicerçada em diferentes interesses, e não só no trabalho profissional como parece preconizar a mundo contemporâneo. Pode-se considerar o trabalho voluntário realizado por aposentados como uma das maneiras saudáveis de viver o momento da aposentadoria, possibilitando o estar no mundo - espaços público e privado- e constituindo, pois, um espaço possível de atuação e significado que contribui para o reconhecimento de um lugar social e político para o segmento da papulação que envelhecepor
dc.description.abstractAmong the retired people, this piece of work intends to show those who work voluntarily as an alternative to social inclusion. The research goal was to and out the reasons why the volunteers remain socially active in this voluntary work while getting from this action a self-gratification. The interviewed people work in the same institutions where the researcher works in the Geriatrics area. Before the volunteers retired their jobs seemed to represent an important role in their lives. The research results show that the volunteer work done by those people is a way of being socially recognized and respected. Before get involved in this work, they had already had the willing of helping others (based on their religious background and solidarity). Their current activities just emphasized this character of their personality. Even spending their times at this work, they also obtain a personal reward: as the voluntary work help giving meaning to life. Becoming a volunteer was not a choice done after retiring. It was the result of an entire life devoted to solidarity, based on different interests, and not only on their jobs. Our conclusion is that the voluntary work done by retired people is a healthy way to live the retirement life. This kind of work opens different options to be active and helpful, granting elderly people political and social recognitioneng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-04-27T18:47:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Maria Cristina Dal Rio.pdf: 7871534 bytes, checksum: 6bceb33dc4cea3ef146f10fb7356071f (MD5) Previous issue date: 2001-11-30eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/25599/Maria%20Cristina%20Dal%20Rio.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentGerontologiapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Gerontologiapor
dc.rightsAcesso Restritopor
dc.subjectTrabalho voluntariopor
dc.subjectGerontologiapor
dc.subjectAposentadoriapor
dc.subjectEnvelhecimentopor
dc.subjectTrabalho voluntariopor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIALpor
dc.titleO trabalho voluntário: uma questão contemporânea e um espaço para o aposentadopor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Cristina Dal Rio.pdf7,69 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.