???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12577
Tipo do documento: Dissertação
Título: Entre cronos e kairós: a auto-percepção da idade na velhice
Autor: Bertamoni, Hélia Fraga Gomes 
Primeiro orientador: Almeida, Vera Lucia Valsecchi de
Resumo: A temporalidade é vivida, pelos homens, quer em termos cronológicos, quer em termos existenciais. Esta dupla experiência da temporalidade desdobra-se, freqüentemente, no que podemos denominar de hiato entre a idade real e a idade concebida. No mais das vezes, a auto-percepção da idade leva à subtração de anos de vida, sendo raros os casos em que a idade auto-atribuída equivale à idade real ou é maior que esta. É este o tema desta dissertação; tema que levou não só à incursão em autores radicados em tradições científicas e filosóficas diversas, como ao campo da estética, através de poetas e de compositores. O objetivo central foi investigar as aproximações e os afastamentos entre a idade cronológica e a idade concebida entre sujeitos radicados na área da saúde. Ao lado disto, procuramos levantar, entre os sujeitos, as concepções de envelhecimento e de velhice. De um ponto de vista metodológico, a opção foi pela abordagem qualitativa. Por tratar-se de uma abordagem que permite explorar concepções e desejos normalmente estranhos às abordagens quantitativamente orientadas, esta opção contribuiu para que os significados atribuídos, pelos sujeitos, às temporalidades cronos (cronológica) e kairós (existencial) pudessem ser desvendadas
Abstract: Temporality is lived by men through both chronological and existential terms. Such paired experience of temporality frequently unfolds on what we can name as the hiatus between the real and the conceived age. In most cases, the selfperception of age leads to subtraction of years of life, being rare the cases which self-attributed age matches and even increases the real age. That is the topic of this dissertation which has gone not only into authors whose works are molded by diverse philosophies and scientific traditions but also into aesthetics through poets and composers. The main objective was to investigate the proximity and the distance between the chronological and conceived ages among individuals in Health Care. Alongside and according to the individuals, we have also come up with conceptions of aging and old age. From a methodological point of view the option was for the qualitative approach. For being an approach that allows exploration of conceptions and wishes, normally odd to the oriented quantitative approaches, our option provided attributed meanings given by the individuals so as chronos (chronological) and kairos (existential) temporalities could be unveiled
Palavras-chave: Gerontologia
Temporalidade
Gerontology
Temporality
Chronos
Self-perception kairos
Auto-percepcao
Cronos (Divindade grega)
Kairos (Divindade grega)
Envelhecimento
Velhice
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Gerontologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia
Citação: Bertamoni, Hélia Fraga Gomes. Entre cronos e kairós: a auto-percepção da idade na velhice. 2009. 105 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12577
Data de defesa: 29-May-2009
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Helia Fraga Gomes Bertamoni.pdf851,49 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.