???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12525
Tipo do documento: Dissertação
Título: O idoso e a família: investigação sobre a dinâmica dos papéis sociais
Autor: Zani, Lucia Helena da Silva 
Primeiro orientador: Almeida, Vera Lucia Valsecchi de
Resumo: O objetivo central desta dissertação foi investigar, a partir do binômio família e idoso , a dinâmica dos papéis sociais presentes nas relações familiares. De há muito a família constitui-se como um lócus privilegiado de trocas relacionais e afetivas que envolvem, via de regra, diferentes gerações. No entanto, na condição de fato social e cultural, a instituição família acompanha as transformações que, radicadas na economia e na política, desdobram-se em novos arranjos familiares e em alterações significativas nos lugares ocupados e nos papéis desempenhados por homens e mulheres, crianças, jovens e idosos. Desdobram-se, igualmente, no tamanho das unidades familiares. Na atualidade, o modelo de família hegemônico é o nuclear , não sendo poucas as unidades familiares menores que a nuclear. As mudanças na composição e na estrutura da família, somadas ao expressivo aumento da população idosa, vêm impondo inúmeros desafios tanto para as famílias, quanto para aqueles que envelhecem. Apesar dos idosos que, por opção pessoal ou por necessidade, residem em Instituições de Longa Permanência, não são poucos os que moram com familiares, quer como chefes de família, quer como dependentes dos que os acolhem . Como vivem os idosos que moram com filhos e/ou outros parentes? O que se espera deles? O que os idosos esperam dos que compõem a unidade familiar? Como se desenvolvem as relações intergeracionais no interior das unidades familiares? Estas foram as indagações que nortearam a investigação realizada. Para a pesquisa de campo a opção recaiu sobre a metodologia qualitativa. Para a coleta de dados foi utilizada a técnica da entrevista em profundidade. Menos que a quantidade de entrevistas, importou o estabelecimento de relações que, ao lado de darem voz aos sujeitos, permitiram o acesso a um conjunto significativo de informações, sentimentos, alegrias e tristezas presentes em três tipos de vivência familiar
Abstract: The central objective of this dissertation was to investigate, from the binomial "aged and family", the dynamics of the social papers presents in the familiar relations. Of place privileged of relationary and affective exchanges has very the family consists as one that involve, usually, different generations. However, in the condition of social and cultural fact, the institution family folloies the transformations that, consolidated in the economy and the politics, are unfolded in new familiar arrangements and significant alterations in the "busy places" and in the roles played for aged men and women, children, young. They are unfolded, equally, in the size of the familiar units. In the present time, the hegemonic model of family is the "nuclear one", not being few the lesser familiar units that the nuclear one. The changes in the composition and the structure of the family, added to the expressive increase of the aged population, come in such a way imposing innumerable challenges for the families, how much for whom they age. Despite the aged ones that, for personal option or necessity, they inhabit in Institutions of Long Permanence, they are not few the ones that live with familiar, wants as family heads, want as dependents of whom "they receive them". How live the aged ones that children and/or other relatives live with? What one expects of them? What the aged ones wait in that they compose the familiar unit? How are developed the relations between the different generations in the interior of the familiar units? These had been the investigations that had guided the carried through inquiry. For the field research the option fell again on the qualitative methodology. For the collection of data the technique of the interview in depth was used. Less than the amount of interviews, it imported the establishment of relations that, to the side to give voice to the citizens, had allowed the access to a significant set of information, feelings, joys and sadnesses present in three types of familiar experience
Palavras-chave: Família
Idoso
Gerações
Family
Aged
Generations
Idosos -- Relacoes com a familia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Gerontologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia
Citação: Zani, Lucia Helena da Silva. O idoso e a família: investigação sobre a dinâmica dos papéis sociais. 2007. 115 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12525
Data de defesa: 21-Aug-2007
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lucia Helena da Silva Zani.pdf405,5 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.