???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12460
Tipo do documento: Dissertação
Título: Gestão e políticas em saúde: impactos e implicações na internação de idosos
Título(s) alternativo(s): Health management and policies: impacts on and implications for the hospitalization of older individuals
Autor: Pereira, Magali das Graças Machado 
Primeiro orientador: Silveira, Nadia Dumara Ruiz
Resumo: Este estudo analisa o perfil das internações clinicas de longa permanência de beneficiários de um plano de saúde de autogestão que tenham 60 anos ou mais de idade. Foi escolhido este tipo de internação para compor esta pesquisa por ser comum a implicação de uma série de condutas não sistemáticas e procedimentos aleatórios, seja pela diversidade das patologias, seja pelo grau de complexidade das terapêuticas causando custos mais elevados, além de fragilizarem o paciente e a família. Tais especificidades dentro da realidade atual, em que as doenças infectocontagiosas e crônico-degenerativas aparecem com destaque, elevam sobremaneira os custos das internações hospitalares. A média de permanência elevada, os altos custos com recursos tecnológicos, a assistência médica e de enfermagem, aliadas a outras condutas médicas necessárias à qualidade no atendimento dos pacientes, têm sido preocupantes para os administradores das operadoras de saúde e têm gerado discussões sobre a relação custo/efetividade, quer para a sobrevivência das operadoras de saúde, quer para a dos hospitais. O aumento significativo do número de pessoas acima de 60 anos resultou de avanços nas áreas da saúde e social, num novo cenário que requer maior atenção quanto à longevidade, que pode suscitar cuidados específicos, no que tange ao surgimento ou agravamento de patologias e, consequentemente, a períodos mais longos de internações hospitalares. Os resultados encontrados, neste estudo, demonstram alterações irrelevantes, depois de decorridos 16 anos, o que ressalta a importância de melhor compreensão das operadoras de autogestão em saúde para as necessidades relacionadas à assistência à saúde das pessoas idosas, além da imprescindível efetividade das políticas públicas voltadas para o idoso
Abstract: This study analyzes the profile of long-term hospitalizations of beneficiaries, aged 60 years or older, of a self-managed health plan. This type of hospitalization was chosen for this study because the performance of unsystematic and random procedures is common - either due to the existence of diverse pathologies or to the degree of complexity of the therapies -, and this raises costs and weakens patients and families. Such specificities in the current reality, in which infectious and chronic-degenerative diseases feature prominently, greatly increase hospitalization costs. Factors like high average stay, high costs of technological resources, medical and nursing assistance combined with other medical procedures that are necessary to provide high-quality care for patients, have been worrying managers of health care services and have generated cost-effectiveness discussions regarding the survival of such services and also of hospitals. The significant increase in the number of people older than 60 years has resulted from advances in the health and social areas, a new scenario that requires that greater attention is paid to longevity: it can demand specific care concerning the emergence or aggravation of pathologies, and, consequently, longer hospitalization periods. The results found in this study show irrelevant alterations after 16 years passed. Therefore, it is important that companies that provide self-managed health plans better understand older people s health care needs, and that public policies targeted at older individuals are truly effective
Palavras-chave: Atendimento à saúde
Autogestão e custos
Envelhecimento
Políticas públicas
Gerontologia
Health care
Self-management and Costs
Aging
Public policies
Gerontology
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Gerontologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia
Citação: Pereira, Magali das Graças Machado. Health management and policies: impacts on and implications for the hospitalization of older individuals. 2015. 82 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12460
Data de defesa: 10-Feb-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Magali das Gracas Machado Pereira.pdf1,1 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.