???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12330
Tipo do documento: Dissertação
Título: A poluição atmosférica e o clima urbano: um olhar sobre a inspeção veicular no município de São Paulo
Autor: Santos, Andre Souza
Primeiro orientador: Cabral, Edson
Resumo: Esta dissertação de mestrado estuda a poluição atmosférica no município de São Paulo como consequência da predominância dos veículos automotores nos meios de deslocamentos tal como sua influência no clima urbano compreendendo um período atual a partir da década de 1980. Esta análise tem como fundo a urbanização e a introdução da indústria automotiva fomentando o uso do transporte rodoviário coletivo e individual. A preocupação com a qualidade do ar e do clima, fizeram dos veículos outrora sinônimo de progresso econômico e característica de uma identidade socioeconômica uma preocupação ao ambiente urbano, razão pela qual foram criados mecanismos de promover um controle viário. Na década de 1980 foram criadas as diretrizes para o controle de poluentes autmotivos, na década de 1990, foi introduzido o Rodízio Municipal o qual não apresentou os resultados esperados na redução das emissões na atmosfera, então, somente em 2008 foi introduzida a inspeção veicular obrigatória na cidade de São Paulo como consequência do compromisso firmado entre os países que ratificaram o Protocolo de Kyoto em 1997, cuja intenção era reduzir entre 2008 e 2012 as emissões de gases em pelo menos 5,2% em relação aos níveis da década de 1990. De acordo com o Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC) a ação humana é a principal responsável pelas alterações da qualidade do ar e do clima e caso os países alcancem as metas propostas, será possível reduzir a temperatura global entre 1,4°C e 5,8°C até 2100. Para alcançar o objetivo da pesquisa foram analisadas séries temporais, estudos das tendências globais, os principais tratados e protocolos sobre as questões ambientais e emissões antrópicas. Ficou evidenciado que de acordo com a evolução urbana de São Paulo na esfera dos deslocamentos foi priorizado o transporte rodoviário, desse modo, as emissões veiculares de materiais particulados na atmosfera estão vinculadas às alterações do clima citadino e diversos problemas de saúde, sobretudo no inverno quando o ar poluído se dispersa com mais dificuldades, embora seja difícil quantificar e qualificar os reais danos. Em razão disso, há a necessidade de repensar os meios de deslocamentos estabelecendo prioridades para planejamento urbano e ambiental. Nesse caso, a inspeção veicular mostrouse ineficiente pois o controle viário embora seja rígido, muitos veículos sem condições mecânicas continuam em circulação principalmente nos bairros periféricos influenciando diretamente nos dados sobre a qualidade do ar
Abstract: This thesis of Master's Degree studies the air pollution in São Paulo as a result of automotive vehicles's predominance, taking as an example its influence on urban climate, comprising a period that started on the 1980s and is still in force. This analysis has as background the urbanization and the introduction of the automotive industry fomenting the use of collective and individual road s transports. Concerns about air quality and climate have turned the vehicles, once synonymous of economic progress and connected to a socio-economic identity,a worry for the urban environment and, as a solution, mechanisms to promote a road control were created. In the 1980s the guidelines were created for the control of automotive pollutants, in the 1990s, it was introduced Municipal rotation which has not produced the expected results in reducing emissions in the atmosphere,, then, only in 2008 was added the mandatory vehicle inspection in the city of São Paulo as a result of agreement between the countries that have ratified the Kyoto Protocol in1997 whose intention was to reduce between 2008 and 2012 greenhouse gas emissions in at least 5.2% compared to 1990s levels. According to the Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC) human action is the main responsible for the changes in air quality and climate and, if the countries achieve their goals, the pollution and global temperature could be reduced in between 1.4°C and 5.8°C until 2100.The study revealed that according to the urban development of St. Paulo in the field of displacements was prioritized road transport, this way, vehicular emissions of particulate materials in the atmosphere are connected to changes in the city climate and several health disorders,especially in winter when the polluted air disperses with difficulty although it is hard to quantify and qualify the real damage. As a result, there is the need to rethink the means of establishing shifts priorities for urban and environmental planning. In this case, the inspection car proved to be inefficient because, although the road contro it's hard, many vehicles without mechanical conditions remain in circulation mainlyin the suburbs directly influencing the data on air quality
Palavras-chave: Urbanização
Poluição urbana
Inspeção veicular
Urbanization
Urban pollution
Vehicle inspection
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Geografia
Programa: Geografia
Citação: Santos, Andre Souza. A poluição atmosférica e o clima urbano: um olhar sobre a inspeção veicular no município de São Paulo. 2015. 109 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12330
Data de defesa: 6-Oct-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andre Souza Santos.pdf3,08 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.