???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12017
Tipo do documento: Tese
Título: Campanhas de voz no Brasil: análise na perspectiva da promoção de saúde e prevenção de doenças
Autor: Dornelas, Rodrigo 
Primeiro orientador: Ferreira, Léslie Piccolloto
Resumo: INTRODUÇÃO: As Campanhas de Voz fazem parte de ações coletivas e aproximam fonoaudiólogos às estratégias e políticas públicas de saúde. OBJETIVO: analisar as Campanhas de Voz incentivadas pela Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa), na perspectiva da promoção de saúde e prevenção de doenças. A pesquisa foi dividida em três estudos com enfoque no entendimento do processo de construção e elaboração das Campanhas de Voz no contexto de campanhas em saúde, promoção de saúde e prevenção de doenças. O primeiro estudo teve como objetivo retomar o percurso histórico da Campanha de Voz e apresentar o que atualmente é proposto; o segundo analisou as reportagens televisionadas em 2013 sobre o Dia Mundial da Voz; e o terceiro identificou nas Campanhas premiadas entre 2005 à 2013 os pressupostos envolvidos nas práticas de Educação em Saúde. MÉTODO: o primeiro estudo foi realizado por meio de um levantamento do histórico da Campanha de Voz no Brasil, contemplando os principais desafios nesse percurso cronológico. No segundo estudo foram analisadas por meio da técnica de Análise Documental - AD as reportagens transmitidas pela emissora Globo® sobre Campanha de Voz. Para verificar a associação entre as variáveis independentes (região, turno da programação, profissional entrevistado, duração da entrevista e multiprofissionalidade) à variável desfecho (enfoque da entrevista: cuidados gerais ou doença) foi utilizado o teste Exato de Fisher. Para o terceiro estudo, utilizou-se o banco de dados da SBFa das Campanhas de Voz premiadas, sendo um total de 20 Campanhas em oito anos. Os resultados foram categorizados quanto às atividades que envolvem o fazer e o diálogo, que envolvem o diálogo, em que prevalece a voz do profissional, de total domínio do profissional e comunicação à distância. Para análise, utilizou-se a técnica de AD e análise descritiva por meio de frequências absolutas e relativas, medidas de tendência central e dispersão. Para análise de tendência foram construídos diagramas de dispersão entre o total de campanhas e os anos avaliados. Os resultados foram organizados em uma matriz, com registro dos elementos dialógicos e unidirecional. RESULTADOS: No primeiro estudo considera-se a importância de que as esferas públicas se apropriem do tema e possam garantir a execução das ações e que a Campanha se torne uma prática cotidiana permanente. No segundo estudo verificou-se que todas as regiões do Brasil foram contempladas com reportagens. O fonoaudiólogo foi o profissional que tratou do tema na maioria dessas reportagens e o enfoque das entrevistas não foram na sua maioria de uma mesma natureza, de promoção ou de prevenção ao distúrbio de voz. No terceiro estudo observa-se que nas Campanhas de Voz, a distribuição de material é a ação mais usual. No decorrer dos anos percebe-se uma tendência de se realizar ações unidirecionais quando comparada as ações dialógicas. CONCLUSÃO: As Campanhas de Voz representam um marco na mobilização dos fonoaudiólogos que passaram a ter o tema como objeto de uma ação que se pretende educativa. Assim, é importante que este processo aconteça de forma acessível à população e que os participantes sintam-se contemplados no que se refere às diversas possibilidades de se exercer o cuidado, refletidas em sua qualidade de vida
Abstract: INTRODUCTION: Voice campaigns are part of the collective actions and connects speech therapists and the strategies of public health policies. OBJECTIVE: to analyze the Voice campaigns promoted by the Brazilian Society of Speech Language Pathology and Audiology (SBFa in portuguese) from the perspective of health promotion and disease prevention. The research was divided into three studies with emphasis in the understanding of construction and development of Voice Campaigns process in the context of health campaigns, health promotion and disease prevention. The first study had as objective resume the historical course of the Voice Campaign and present what is currently proposed; the second analyzed the news reports televised in 2013 about World Voice Day; and the third identified in the winning campaigns from 2005 to 2013 the assumptions involved in health education practices. METHOD: the first study was conducted by a research on the history of the Voice Campaign in Brazil, covering the main challenges encountered. In the second study were analyzed by the Document Analysis technique DA the reports transmitted by the Globo® broadcaster about Voice Campaign. To verify the association between the independent variables (region, schedule turn. professional interviewed, the interview duration and multiprofessionality) the outcome variable (interview approach: general care or disease) was used Fisher's exact test. For the third study, we used the SBFa database of winners of Voice campaigns, with a total of 20 campaigns in eight years. RESULTS: in the first study we consider the importance of the public spheres to appropriate of the theme and to ensure the implementation of actions and that the campaign becomes a permanent daily practice. In the second study it was found that all regions of Brazil were included with news reports. The speech therapist was the professional who addressed the issue in most of these reports and the focus of the interviews were not in the most part of the same nature, promotion or prevention of voice disorder. In the third study it was observed that the Voice campaigns, the distribution of material was the most common action. Over the years we can see a tendency toward unidirectional actions when compared with dialogical actions. CONCLUSION: the Voice campaigns represent a milestone in mobilizing speech therapists which they now have the theme as the object of an educational action. Thus, it is important that this process happens in an accessible way to the population and that participants feel to be contemplated in relation to the various possibilities to exercise the care, reflected in their quality of life
Palavras-chave: Voz
Promoção da saúde
Educação em saúde
Speech
Language and Hearing Sciences
Voice
Health Ppromotion
Health education
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Dornelas, Rodrigo. Campanhas de voz no Brasil: análise na perspectiva da promoção de saúde e prevenção de doenças. 2015. 85 f. Tese (Doutorado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12017
Data de defesa: 11-May-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rodrigo Dornelas.pdf972,49 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.