???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11982
Tipo do documento: Dissertação
Título: Características acústicas do idioma alemão na interpretação de cantoras líricas brasileiras
Autor: Silva, Verônica Oliveira da
Primeiro orientador: Ferreira, Léslie Piccolloto
Resumo: Introdução: para preparar adequadamente uma peça musical, o cantor lírico passa por uma série de estudos. Entre os principais se encontram: o processo de leitura da peça, que compreende o aprendizado de melodias (alturas), ritmos, dinâmicas, aspectos agógicos exigidos pela partitura, tradução literária da obra, estudo técnico vocal, interpretação e a dicção correta do texto. Objetivo: identificar as características acústicas da emissão cantada do idioma alemão na interpretação de cantoras líricas brasileiras. Método: foram selecionadas, caracterizadas e áudio gravadas cinco cantoras líricas brasileiras e uma cantora alemã nativa. Essas executaram trechos do ciclo de canções Frauenliebe und Leben do compositor Robert Schumann e um trecho da Nona Sinfonia do compositor Ludwig van Beethoven. Para análise foram selecionadas as consoantes [ç] e [ŋ], e as vogais [y], [Y], [ø:], [oe] e [ə] não presente no Português Brasileiro. A seguir, foram analisadas as medidas acústicas de duração dessas consoantes e vogais, e formantes (F1, F2) das vogais por meio do programa PRAAT. Após análise descritiva dos dados, para confirmar a similaridade entre os sujeitos utilizou-se a análise multivariada de cluster aglomerativa hierárquica e comparação pelo Kruskall-Walls. Resultados: no que diz respeito às medidas de duração a cantora alemã forma um grupo único quando se analisa a duração absoluta das vogais, consoantes e a duração relativa, pois para cantar corretamente peças musicais no idioma alemão é necessário ter conhecimento tanto de questões musicais, quanto gramaticais do idioma, para evitar erros de pronúncia em situações como cantar uma vogal longa em nota curta ou uma vogal curta em uma nota longa. A cantora B5, em relação às outras cantoras analisadas, foi quem mais se aproximou da referência nas medidas de duração das vogais e consoantes, seguidas pelas cantoras B1 e B4. Por outro lado, B2 e B3 se afastaram da referência nas medidas de duração. Quando as medidas de F1 e F2 das cantoras brasileiras foram comparadas a valores da cantora nativa A e ao das vogais do português brasileiro falado, para F1 pode-se observar que, cada vogal analisada, na tentativa de aproximá-las à pronúncia correta do alemão, houve maior ou menor levantamento ou abaixamento da língua, e em F2 houve maior ou menor anteriorização ou posteriorização da língua. Conclusão: as cantoras líricas brasileiras, ao cantarem no idioma alemão, em relação às medidas de duração, emitiram vogais e consoantes sem relacioná-las com o que está registrado na partitura, comprometendo em alguns momentos até mesmo o significado das palavras. No que diz respeito às medidas de F1 e F2, as cantoras brasileiras, em sua maioria, fizeram aproximações das vogais analisadas às presentes no português brasileiro. O estudo do idioma alemão, associado ainda ao voltado para o canto lírico, e a vivência como estudante e cantora na Alemanha constituiram-se aspectos facilitadores para melhor dicção do alemão
Abstract: Introduction: in order to adequately prepare a musical piece, classical singers go through several studies. Among the main ones are: the process of reading the piece that involves learning of melodies (heights), rhythms, dynamics, agogic aspects demanded by the score, literary translation of the work, technical vocal study, interpretation and the correct enunciation of the text. Purpose: to identify the acoustic characteristics of the singing emission of the German language in the interpretation of Brazilian female classic singers. Method: five female Brazilian classical singers and one female native German classical singer were selected and sound recorded. These singers executed parts of the song cycle Frauenliebe und Leben by composer Robert Schumann and a part of Ludwig van Beethoven s Ninth Symphony. The consonants [ç] and [ŋ], and vowels [y], [Y], [ø:], [oe] and [ə] were selected for analysis. Then, the acoustic measures of duration of the consonants and vowels and vowel formants (F1, F2) were analyzed using the PRAAT software. Results: regarding the duration measurements: the German singer forms a single group when analyzing the absolute and relative duration of vowels and consonants, since to correctly sing musical pieces in the German language one needs to have knowledge not only of musical but also of grammatical elements of the language, in order to avoid pronunciation errors in situations such as singing a long vowel on a short note or a short vowel on a long note. When related to the other analyzed singers, singer B5 was the one that was closest to the reference in vowel and consonant duration measurements, followed by B1 and B4. On the other hand, B2 and B3 were further from the reference in the duration measurements. When F1 and F2 measurements of the Brazilian singers were compared to the values of native singer A and to the vowels of spoken Brazilian Portuguese, as far as F1 it was observed that, for each analyzed vowel, in an attempt to approximate it to the correct German pronunciation, the tongue was either elevated or lowered, and for F2 the tongue was either anteriorized or posteriorized. Conclusion: The Brazilian classical singers, when singing in the German language, in regard to duration measurements, usually emit vowels and consonants without relating them to what is registered in the score, which, in some moments may harm even the meaning of words. In regard to F1 and F2 measurements, most of the Brazilian singers approximated the analyzed vowels to those present in Brazilian Portuguese. The study of the German Language, associated to classical singing, and living as a student and singing in Germany proved to be aspects that enable a better enunciation of the German language
Palavras-chave: Música
Canto
Voz
Fonética
Análise acústica
Music
Singing
Voice
Phonetics
Acoustic analysis
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Silva, Verônica Oliveira da. Características acústicas do idioma alemão na interpretação de cantoras líricas brasileiras. 2014. 84 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11982
Data de defesa: 28-Jun-2014
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Veronica Oliveira da Silva.pdf3,63 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.