???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11888
Tipo do documento: Dissertação
Título: Indicadores clínicos preliminares para a constituição do sujeito falante
Título(s) alternativo(s): Preliminary clinical indicators for the constitution of the speaking subject
Autor: Evangelista, Fábia Regina 
Primeiro orientador: Freire, Regina Maria Ayres de Carvalho
Resumo: INTRODUÇÃO: No campo da Fonoaudiologia, trabalhos que façam articulação entre os indicadores clínicos e a constituição do sujeito falante são incipientes, embora pesquisas acerca deste tema possam contribuir com as ações de promoção de saúde. Para se propor indicadores clínicos fonoaudiológicos, deve-se considerar as peculiaridades desta práxis em sua lida com aspectos subjetivos, lembrando que o sintoma de linguagem está vinculado aos efeitos da relação sujeito e outro/Outro, sobre o corpo, a língua e a fala. OBJETIVO: Propor indicadores clínicos preliminares para a constituição do sujeito falante. MÉTODO: Os indicadores clínicos preliminares para a constituição do sujeito falante foram inspirados pelos eixos elaborados por KUPFER et al. (2003) para a constituição do sujeito, pelo modelo de funcionamento dos sintomas de linguagem abordado por GOUVÊA (2007) e pela proposta de LEMOS (2002) para a aquisição de linguagem enquanto mudança de posição do infans, em relação ao outro, à língua e à fala. Partiu da análise de relatórios fonoaudiológicos acadêmicos dos usuários que compareceram ao setor de Fonoaudiologia no período de 2006 a 2009 em três Unidades Básicas de Saúde localizadas na Zona Leste da cidade de São Paulo. Critérios de inclusão: Faixa etária entre 2 e 6 anos; ter avaliação fonoaudiológica; ter hipótese diagnóstica de distúrbio articulatório, gagueira, atraso ou retardo de linguagem oral. Critérios de exclusão: Apresentar perturbações de fala e/ou linguagem oral secundárias a alterações de fundo orgânico. Procedimentos: Os dados extraídos dos relatórios fonoaudiológicos acadêmicos foram organizados em planilhas Excel 2007, a fim de selecionar os sujeitos da coleta da pesquisa e evitar duplicidade. A análise incidiu sobre dizeres parentais que foram referidos durante a queixa e as entrevistas fonoaudiológicas. Critérios de interpretação dos dados: A interpretação dos dados incidiu sobre os dizeres parentais sobre a criança com sintomas de fala e linguagem, agrupados por relações de semelhança, a partir dos quatro eixos que sustentam a constituição do sujeito falante: supor/negar um sujeito falante, reconhecimento/negação do sujeito falante, reconhecimento/negação do significante e a responsividade do sujeito à fala do outro. RESULTADOS E CONCLUSÕES: A amostra inicial totalizou 422 relatórios fonoaudiológicos acadêmicos. Desta amostra, foram selecionados os que se referiam aos sujeitos cujas características atendiam aos critérios de seleção, chegando-se a 88 relatórios/sujeitos. Por meio dos dizeres parentais extraídos da queixa e da entrevista com os pais foi possível estabelecer 12 indicadores clínicos preliminares para a constituição do sujeito falante. Estes indicadores apontam para uma possibilidade de que o sujeito venha a apresentar perturbações de fala e linguagem, permitindo uma intervenção eficaz na promoção de saúde do falante. Os resultados permitem concluir a importância do fonoaudiólogo na atenção básica à saúde da população antes que emerjam os sintomas de fala e linguagem
Abstract: INTRODUCTION: In the area of Speech-Language Pathology, studies that link clinical indicators and the constitution of the speaking subject are incipient, although researches about this theme could contribute to health promotion actions. To propose clinical indicators in the Speech-Language Pathology clinic, one must consider the peculiarities of this practice in its articulation among subjective aspects, noting that language symptoms are related to the effects of the relationship of the subject with the other/Other, the body, the language and the speech. OBJECTIVE: To propose preliminary clinical indicators for the constitution of the speaking subject. METHOD: The preliminary clinical indicators for the constitution of the speaking subject were based on pillars drawn up by Kupfer et al. (2003) for the constitution of the subject, by the model of the language symptoms approached by GOUVÊA (2007), and by the LEMOS (2002) proposal for language acquisition as a change in the position of the infans in relation to the other, language and speech. Analysis of Speech-Language academic reports from users who had been attended by the Speech-Language Pathology sector in the period from 2006 to 2009 in three Basic Health Units located in the Eastern Zone of São Paulo. Inclusion criteria: children between 2 and 6 years old, with speech evaluation and diagnosis of articulation disorders, stuttering or delayed speech. Exclusion criteria: children presenting speech and language disorders secondary to diseases of organic origin. Procedures: The data extracted from Speech-Language academic reports were organized in 2007 Excel spreadsheets in order to select the subjects of the research and avoiding duplicity. The analysis focused on parent s complaints and on their sayings reported in the interviews. Criteria for interpretation of data: Data interpretation focused on the parent s sayings about their child with speech and language symptoms, grouped by similarity, based on four pillars that support the constitution of the speaking subject: supposing/denying a speaking subject, recognition/denial of the speaking subject, recognition/denial of the significant and the responsiveness of the subject to the speech of the other. RESULTS AND CONCLUSIONS: The initial sample comprised 422 Speech-Language academic reports. From this sample, it was selected the ones related to the subjects whose characteristics matched the selection criteria, reaching 88 reports/subjects. From the parent s sayings about their complaints and those extracted from the interviews, 12 preliminary clinical indicators for the constitution of the speaking subject were established. These indicators point to a possibility of occurrence of speech and language disorders, allowing effective intervention in promoting the health of the speaker. The results suggest the importance of the actions of the speech therapist on basic health services before the symptoms emerge in speech and language
Palavras-chave: Indicadores clínicos
Saúde pública
Fala
Linguagem oral
Speech-language pathology
Clinical indicators
Public health
Speech
Oral language
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Evangelista, Fábia Regina. Preliminary clinical indicators for the constitution of the speaking subject. 2011. 84 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11888
Data de defesa: 18-Feb-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fabia Regina Evangelista.pdf664,5 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.