REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/11814
Tipo: Dissertação
Título: O amor no pensamento de Ortega y Gasset
Autor(es): Romero, Juan Antonio Zumalde
Primeiro Orientador: Queiroz, José J.
Resumo: A dissertação tem como tema o pensamento do filósofo espanhol José Ortega y Gasset (1883-1955) sobre o amor, e se desenvolve em tres partes: Introdutória, Expositiva e Crítica. Parte Introdutória - O primeiro corpo desta parte, a Introdução, propriamente dita, fornece informações sobre o autor em estudo, isto é, uma série de dadosque na condição de contexto de seu pensamento sobre o amor, ajudarão a compreendê-lo. O segundo corpo chamado Interludio, constitui uma primeira aproximação ao tema do amor intersexual em Ortega, e trata dos modos como o filósofo aborda o assunto. Parte Expositiva - É a parte central da dissertação, e é dividida em tres capítulos. O primeiro mostra o que poderíamos chamar Esboços de uma tipologia amorosa em Ortega. A atenção dada pelo filósofo às variações do amor masculino e o amor feminino, e por outro, os diferentes modos de amar das várias épocas da História. O segundo focaliza, em primeiro lugar, as idéias de Ortega sobre o que ele chama os pressupostos do amor. São idéias sobre o papel da percepção da sexualidade do enamoramento, no surgimento do amor. Em seguida, focaliza o significado que o pensador espanhol atribui ao amor. Entre outros pontos, destaca a idéia do amor como permuta de duas solidões, e a da escolha do ser amado como revelação de estrutura íntima do amante. O terceiro mostra o que é na sua essência o amor, segundo Ortega. Reúne e organiza os textos em que o filósofo desenvolve seu conceito de amor como entrega por encantamento. Conclui enumerando uma séria de propriedades que para o filósofo são inerentes ao amor. Parte crítica - Após um rápido registro dos méritos dos estudos de Ortega sobre o amor, nossa conclusão se detém nas falhas que os caracterizam. A quase ausência da pessoa no que seria o objeto do amor. a redução deste a um fenômeno emocional, a identificação do amor com o chamado amor de enamoramento, uma integração deficiente do egoísmo e do altruísmo, no amor e a ausência de um horizonte transcendente
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Filosofia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Romero, Juan Antonio Zumalde. O amor no pensamento de Ortega y Gasset. 1991. 177 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1991.
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11814
Data do documento: 30-Nov-1991
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Juan Antonio Zumalde Romero.pdf
  Restricted Access
7,11 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.