???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11620
Tipo do documento: Dissertação
Título: Maquiavel Segretario (1498-1512), guerra e política em I Primi Scritti Politici
Autor: Silva, Walter Franco Lopes da 
Primeiro orientador: Valverde, Antonio Jose Romera
Resumo: Este trabalho trata de I primi scritti politici de Nicolau Maquiavel (1469 1527) redigidos durante os catorze anos em que esteve envolvido nas políticas, nos conflitos e nas guerras de seu tempo, exercendo suas atividades como Segretario da Segunda Chancelaria e como Segretario dos Dez da Liberdade da República Florentina a partir de 1498. Nesta dissertação adotam-se alguns pressupostos necessários para lançar mais uma luz sobre o início e o processo de amadurecimento do pensamento maquiaveliano a partir de I primi scritti politici. Assim, busca-se a compreensão e seu pensamento a respeito da diplomacia, da guerra e da política a partir de uma experiência de governo muito específica. Para se compreender o início do discurso maquiaveliano, portanto, exige-se o seu emparelhamento face à experiência de governo de Maquiavel Segretario então inserido na estrutura administrativa e de poder da República Florentina. Isto porque, seria através de uma aproximação de alguns elementos da teoria político-militar maquiavelinana com a práxis político-administrativa e de escrita da Chancelaria que se torna possível, em muitos de seus aspectos, a reconstrução da obra face ao contexto de sua época. Contudo busca-se esta compreensão segundo um contexto de época, sem prender o autor ao realismo político rudimentar ainda muito difundido em seu tempo ou mesmo, perder de vista a universalidade de seu pensamento. I primi scritti politici oferecem um relato único das preocupações do governo florentino com sua integridade territorial, de como lidar com as questões da liberdade e da autonomia ou não de seus domínios territoriais e, não menos importante, dos temas que vêm a ser objeto deste estudo: a querra, o papel desempenhado pelos condottieri, a sua defesa da formação de uma milícia própria e o jogo de poder político muito característico da República Florentina do período. Assim, a partir da leitura dos scritti e reflexão a respeito da sua experiência na Chancelaria, compreendem-se as razões da defesa da constituição de uma milícia da Ordenança, paralelamente ao fundamental problema da manutenção e das garantias das liberdades na Florença de então. Investiga-se se Maquiavel Segretario entre 1498 a 1512 compreendia o estabelecimento da milícia da Ordenança Florentina como parte de uma estratégia político-administrativa maior do território florentino (e de seus domínios) e na qual o estabelecimento de um exército próprio não mercenário impunha-se. O discurso maquiaveliano não apenas analisa os pressupostos necessários para o estabelecimento de forças próprias militares, mas, também, os meios necessários para a sua gestão com todas suas implicações, valiosa experiência para o processo de amadurecimento do autor e que permearia suas obras posteriores
Abstract: This research aims at addressing Machiavelli s I primi scritti politici written during the philosopher s fourteen years of involvement in politics, social conflicts and military events as Secretary to the Florentine Republic s Second Chancellery, as well as when working as Secretary to the dei Dieci di Libertà e Balía. Central to this investigation is the understanding of I primi scritti politici as an important group of writings whose fundamental nature is to bring about new debates in the fields of politics, war and social conflicts within the Florentine Republic from the early XVI Century. In addition to that, this investigation aims at considerate I primi scritti politici as the launching of Machiavelli process of thinking. Accordingly, one intends to comprehend this philosopher s process of thinking in relation to the fields of diplomacy, war and politics when in charge of a quite specific position within the Government of the Florentine Republic. Furthermore, in order to comprehend Machiavelli s infant process of thinking as a philosopher, one needs to position it within both the Florentine Government s administrative and power structures. Since this research addresses Machiavelli thinking in the fields of political and military powers in the context of the Florentine Republic, it was taken into consideration that the thinking itself reflects on a theoretical level the presumed attempt to put together the Chancellery s political-administrative and written praxis within an historical context of Florence from the years of 1489-1512. Notwithstanding this, the understanding of such philosophical thought from a historical perspective demands the comprehension of the philosopher s own universality of thinking not bind to the so-called spread of rudimentary political realism so present at that time. By the reading of I primi scritti politici, in addition to a reflexion about his experience in the Florentine Chancellery, one may comprehend the reasons behind the defence of the militia project and the consequential debate about the maintenance of freedom in Florence. Therefore, through the reconstruction of the precise political and military context - as well as logistical, legal and theoretical difficulties existent - one can understand the hardships encountered by this thinker. Hence, one shall argue that Machiavelli s experience as Secretary offered him backgrounds needed to bring about a strategy to put into place the militia project in line with the broader need to maintain freedom. By backing a military power financed and supported by Florence, Machiavelli brought a larger political project into the arena, focused on State defence and territorial administration backed on the removal of the mercenary forces from the Florentine scene. These ideas can be found on the philosopher s later works on politics, war and defence in his
Palavras-chave: Diplomacia
Estado
Estratégia
Defesa
Guerra
Liberdade
Milícia
Política
Diplomacy
State
Strategy
Defense
War
Freedom
The militia
Politics
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Filosofia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Silva, Walter Franco Lopes da. Maquiavel Segretario (1498-1512), guerra e política em I Primi Scritti Politici. 2012. 115 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11620
Data de defesa: 9-Nov-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Walter Franco Lopes da Silva.pdf752,22 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.