???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10686
Tipo do documento: Dissertação
Título: Classificação de alunos no ensino fundamental: a imputação do fracasso ou sucesso a alunos do ciclo II
Autor: Lara, Patrícia Tanganelli 
Primeiro orientador: Marin, Alda Junqueira
Resumo: Este estudo analisa a inclusão e a exclusão escolar de alunos no último ano do ciclo II, verificando por quais razões os alunos apresentam sucesso ou fracasso escolar. O objetivo central da pesquisa foi identificar e caracterizar a inclusão e a exclusão escolar de alunos do final do ciclo II em suas relações com aspectos da organização da escola e do currículo em ação na escola, por meio do trabalho dos professores, bem como das características sociais e culturais dos agentes da escola. Os principais referenciais teóricos do presente estudo foram Bourdieu, a fim de compreender o que significam as categorias do juízo professoral sobre os alunos e os excluídos do interior; Charlot, para esclarecer a relação com o saber; Lahire, para discutir o sucesso escolar nos meios populares. Para explicar os processos de rotulação existentes no cotidiano escolar, recorreu-se a Apple. Os dados coletados referemse à observação no interior da escola, inclusive nas turmas de 8ª série de uma escola pública municipal situada na cidade de São Paulo em 2007; a questionários e entrevistas ao longo do percurso para professores e alunos; a análise dos documentos relativos às avaliações dos alunos na 8ª série e prévia (4ª série), e outros advindos das provas de avaliação externa da escola, e da organização escolar. Os resultados indicaram que a produção do sucesso e do fracasso escolar foi uma questão institucional, perpassando a atuação de todos os agentes da escola, seja pelas classificações efetuadas, seja pela manutenção delas ao longo dos anos, seja pelos órgãos que decidiram a vida dos alunos ou, ainda, pela atuação da equipe dirigente, omissa muitas vezes em prover condições ou alterá-las para outra direção, ou mesmo providenciar substituições e não suspensão de tantas aulas, o que só agravou a precariedade do atendimento. Essas ações no interior da escola demonstram traços fortes da cultura escolar, que propiciam a inclusão ou a exclusão escolar de alunos
Abstract: This study analizes the scolastic inclusion and exclusion of students in the 8th grade, verifying the reasons for which the students present scolastic success or weakness. The main objective of the research was to identify and characterize scolastic inclusion and exclusion of students at the end of the eight grade in relation to the organizational aspects of the school and the curiculum being used at the school, as seen through the work of the teachers, as well as in relation to the social and cultural characteristics of all the school employees. The main theoretical references for the present study were Bourdieu, in order to comprehend the meaning of the categories allotted by the teachers for the students and those excluded from the interior; Charlot, to clarify the relation to knowledge; and Lahire, to discuss the scholastic success amongst the lower-class population. To explain the processes of selection existent in the day to day school environment, Apple was consulted. The data collected refers to observation within the school, including the 8th grade students of a public school situated in the city of São Paulo em 2007; to the questionaires applied to and interviews with teachers and students throughout the time period; and to the analysis of documents related to the evaluations of the students when in the 8th grade and prior (when in the 4th grade), and other information from general evaluation tests, and from scolastic organization. The results indicate that the production of scholastic success or weakness was an institutional factor, including the actions of all school employees, be it by the classification used, be it by the maintenance of them throughout the years, be it by the institutions that decided the lives of the students, and be it by the actions of the team of directors in omitting many times the conditions or change in conditions needed for betterment and not providing substitution rather than suspension of so many classes, which only worsened the precariousness of the attention given. These actions within the school demonstrate strong traits of school culture, which proportions the scholastic inclusion or exclusion of students
Palavras-chave: Exclusão e inclusão escolar
cultura escolar
8ª série
Grade school
Scholastic inclusion and exclusion
school culture
8th grade
Ensino fundamental
Fracasso escolar
Promocao de alunos
Inclusao escolar
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade
Citação: Lara, Patrícia Tanganelli. Classificação de alunos no ensino fundamental: a imputação do fracasso ou sucesso a alunos do ciclo II. 2008. 167 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10686
Data de defesa: 29-Aug-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Patricia Tanganelli Lara.pdf1,1 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.