???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10402
Tipo do documento: Tese
Título: Educação e filhos de mulheres presas: o impacto do aprisionamento materno na história escolar dos filhos
Autor: Stella, Claudia
Primeiro orientador: Sass, Odair
Resumo: RESUMO O impacto da separação mãe-filho em decorrência do aprisionamento materno sobre a vida das crianças, especialmente na esfera escolar, ainda é um tema pouco estudado e refletido, no Brasil e no resto do mundo. Esta pesquisa apóia-se em duas importantes áreas, a saber: psicologia social e educação, com o objetivo de refletir acerca da importância da escola, como instituição sociocultural no processo de socialização e desenvolvimento dos filhos de mulheres presas. As hipóteses formuladas do trabalho recorrente são: 1) a prisão materna influencia a escolarização dos filhos; 2) as múltiplas guardas pelas quais os filhos passam no decorrer do aprisionamento materno pode influenciar a socialização escolar da criança, pela descontinuidade do processo educativo. Apoiada nos aportes teóricos da teoria crítica da sociedade e nas teorias do desenvolvimento elaboradas, uma por Erik Erikson e outra, por Henri Wallon, esta pesquisa foi realizada em duas etapas. A primeira voltou-se para a atualização e análise da pesquisa bibliográfica, estendidas às obras nacionais e internacionais sobre o tema. A segunda, de base empírica, foi dedicada a entrevistar e analisar histórias de vida com jovens adultos, filhos de mulheres presas, que eram crianças quando da prisão das mães, privilegiando o lugar da educação escolar na vida dos sujeitos. O impacto da prisão materna na escolarização dos filhos assume vários aspectos: a criança pode estar tão envolvida com este fato, que demonstra pouca disponibilidade para a aprendizagem; pode não ser acompanhada no seu processo de escolarização; pode experimentar formas de preconceito e violência; e se foi separado de sua mãe no período escolar, a criança pode apresentar dificuldades como: múltiplas repetências, desmotivação, baixo rendimento escolar e o abandono escolar, temporário ou não.
Palavras-chave: filhos de mulheres presas
escolarização
desenvolvimento
Prisioneiras
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade
Citação: Stella, Claudia. Educação e filhos de mulheres presas: o impacto do aprisionamento materno na história escolar dos filhos. 2005. 344 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10402
Data de defesa: 21-Feb-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Final.pdf1,28 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.