???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10021
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os limites e possibilidades da aula como instrumento de transformação social: um reflexão
Autor: Ponce, Branca Jurema
Primeiro orientador: Pimenta, Selma Garrido
Resumo: OBJETIVO DO TRABALHO A aula manifesta e nega, no seu modo próprio de acontecer, a totalidade histórica da qual emerge. Nosso objetivo, com este trabalho, é buscar nela - para além do que ele manifesta - a sua essencialidade histórica, para que,clareando sua significação, se possa utilizá-la também como de instrumento de transformação social. SÌNTESE DO TRABALHO Para executar a aula como possibilidade de transformação social deve-se privilegiar, na sua compreensão, o caráter contraditório da totalidade na qual ela está imersa, e o seu caráter mediador dos interesses entre as classes sociais; e na sua execução o trabalho tanto do aluno quanto do professor como praxis, entendendo este último como o responsável última instância pelo processo ensino-aprendizagem. No Capítulo I é feita uma abordagem sócio-política que visa clarear os seus limites e possibilidades institucionais e políticos, esclarecendo que a aula, por ser espaço contraditório, é mediadora dos diversos interesses das diferentes classes sociais. Portanto, ela é limitadora e possibilitadora da emancipação das classes trabalhadoras, e será tão mais possibilitadora quanto mais se dispuser explicitar as contradições e tão mais limitadora quanto mais tentar mascarar essas contradições. No Capítulo II é feita uma abordagem de caráter pedagógico da aula, que parte da constatação final do primeiro capítulo, de que a aula desempenhará o seu papel político através da sua especificidade pedagógica e explicita a idéia de que o trabalho pedagógico deve ser, antes de mais nada, recuperado(com-preendido) como trabalho, entendido este como atividade humana transformadora. No Capítulo III é feita uma abordagem filosófica da aula, que mostra como esta, para se constituir em também instrumento de transformação social, deve superar dialeticamente as concepções de educação que hoje se encontram subjacentes às práticas pedagógicas em sala de aula; portanto, deve negar/incorporando essas concepções, inaugurando com isto uma nova prática pedagógica. Ainda neste capitulo é recomendado que se faça a sua leitura acompanhada da leitura dos dois quadros explicativos nele contidos - um comparativo das concepções de educação entre si e outro histórico, que situa sinteticamente a presença das concepções de educação nas práticas pedagógicas da escola brasileira do periodo republicano. No Capitulo IV ~ encaminhada a conclusão que atuar competentemente no espaço e na explicitação das contradições sociais, na aula, é atuar de modo a ultrapassá-la quanto espaço/tempo institucional
Palavras-chave: transformação social
Ensino
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Citação: Ponce, Branca Jurema. Os limites e possibilidades da aula como instrumento de transformação social: um reflexão. 1989. 156 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1989.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10021
Data de defesa: 30-Mar-1989
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_36413.pdf2,56 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.