???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10018
Tipo do documento: Tese
Título: Políticas e práticas curriculares: formação de professores de ensino religioso
Título(s) alternativo(s): Curricular policies and practices: formation of religious studies teachers
Autor: Caron, Lurdes
Primeiro orientador: Chizzotti, Antônio
Resumo: Na História da Educação Brasileira, existem pesquisas que apresentam diferentes abordagens a respeito da formação de professores. No entanto, há carência de estudos sobre a formação de professores de Ensino Religioso. Partindo desta premissa, esta pesquisa propôs-se, como objeto de estudo: Políticas e Práticas Curriculares: Formação de Professores de Ensino Religioso. Pela legislação vigente, este ensino compõe a grade curricular normal da escola pública e requer professores com habilitação e competência. Estas condições impõem novas exigências ao Ensino Religioso Escolar e ampliam-se os requisitos do profissional que poderá atuar na área. A Lei nº 9.475/97 define que os procedimentos para habilitação e admissão de professores de Ensino Religioso cabem aos sistemas de ensino. O Parecer nº 97/99 do Conselho Nacional de Educação transfere a competência desta formação aos sistemas de ensino. O Estado de Santa Catarina criou o Curso de Ciências da Religião Licenciatura Plena habilitação em Ensino Religioso pelo Programa Magister, desenvolvido em Instituições de Ensino Superior: Universidade Fundação Regional de Blumenau, Universidade da Região de Joinville e Universidade do Sul de Santa Catarina. Esta pesquisa procurou responder à seguinte questão norteadora: Quais as políticas e práticas utilizadas para formação de professores de Ensino Religioso no Estado de Santa Catarina? Quais os resultados alcançados? Sua meta maior foi identificar e analisar políticas e tendências atuais de formação de professores de Ensino Religioso no Estado de Santa Catarina. Seus objetivos específicos foram: contextualizar o Ensino Religioso na história da educação brasileira; conhecer a posição de professores e acadêmicos egressos do Curso de Ciências da Religião - Licenciatura Plena habilitação em Ensino Religioso; detectar políticas, tendências e resultados alcançados na formação de professores de Ensino Religioso. O respaldo teórico fundamentou-se em autores que tratam da metodologia, da história e das políticas educacionais e formação de professores, de maneira geral. Trata-se de uma pesquisa qualitativa que adotou o estudo de caso, a análise documental e entrevistas, tendo como sujeitos: docentes e acadêmicos egressos do curso em pauta. Parte da Constituição de 1988 e da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 1996, faz uma retrospectiva histórica para analisar, como se organizou e desenvolveu o sistema de ensino na educação brasileira e, nele, o ensino de religião no Brasil Colônia, no Império e na República. A partir de 1931 e da Constituição de 1934 e Constituições posteriores, denominou-se Ensino Religioso e aos poucos, começou a receber um novo tratamento. Na atualidade, apresenta uma nova leitura quanto à sua concepção epistemológica. Para que o Ensino Religioso, hoje, atenda a seus propósitos, são necessárias políticas públicas de formação de professores. Além disso, a pesquisa buscou relacionar a evolução do sistema de ensino brasileiro às políticas de formação docente presentes em cada período da história da educação nacional e do Estado de Santa Catarina. O estudo poderá dar sua contribuição social na organização dessas políticas ao apontar caminhos para acesso a uma formação continuada de professores de Ensino Religioso
Abstract: In the history of Brazilian Education, there are researches that present different approaches towards teachers formation. However, there is the need of studies about the formation of Religious Studies teachers. Coming from this premise, this research intended to have, as a study object: Curricular Policies and Practices: Formation of the Religious Studies teachers. By the current law, this subject composes the normal schedule of the state school and requires skilled professionals and competence. These conditions impose new requirements to Religious Studies at school and broaden the requirements of the professional that is going to work in the area. The law # 9.475/97 defines that the procedures for admission of Religious Studies Teachers are up to the teaching systems. The decision # 97/99 of the National Education Council transfers the competence of this formation to the teaching systems. The state of Santa Catarina created the Religious Sciences Course Teaching course On Religious Studies by the Magister Program, developed in College Institutions: Universidade Fundação Regional de Blumenau, Universidade da Região de Joinville and Universidade do Sul de Santa Catarina. This research tried to answer to the following research question: Which policies and practices are used in the Religious Studies teachers formation? What are the results achieved? Its greatest objective was to identify and analyze current policies and tendencies of formation of Religious Studies teachers in the history of Brazilian Education; to know the position of teachers and graduates on the Religious Studies course Teaching Course On Religious studies, to identify policies, tendencies and results achieved in the formation of Religious Studies Teachers. The theoretical basis was founded on authors that deal with the methodology, the History, the educational policies and the teachers formation in a general matter. It is a qualitative research that adopted the study case, the documental analysis of interviews, having as subjects: teachers and graduates coming from the so-called course. Part of the 1988 Constitution and the Main Law of National Education in 1996, brings a history perspective to analyze, how the teaching system in Brazilian Education is organized and developed, and in it, the Religious Studies teaching in Brazil as a colony, in the Kingdom and in the Republic. After 1931 and 1934 and subsequent constitutions, it was called Religious Studies and little by little it started to receive a new treatment. Nowadays, it presents a new reading as for the epistemology conception. In order for the Religious Studies to serve, nowadays, to its purposes, public policies are necessary in the teachers formation. Besides that, the research tried to relate the evolution of the Brazilian Teaching System to the teaching formation present in each period of the History of the National Education and of the Sate of Santa Catarina. The study might give its social contribution in the organization of these policies to point to paths to access a continued formation of Religious Studies teachers
Palavras-chave: Ensino religioso
Formação de professores
Sistema de ensino
Políticas e práticas curriculares
Education
Religious studies
Teachers formation
Teaching system
Curricular policies and practices
Professores de ensino religioso -- Formacao profissional
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Citação: Caron, Lurdes. Curricular policies and practices: formation of religious studies teachers. 2007. 385 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10018
Data de defesa: 14-Dec-2007
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lurdes Caron desp (sem o anexo 3).pdf2,81 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.